Polícia estima que motorista dirigia a 80 km/h ao causar atropelamento em Copacabana

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

Policiais que investigam o atropelamento em Copacabana, no Rio de Janeiro, estimam que Antônio Almeida de Anaquim dirigia a cerca de 80 km/h quando causou o acidente. O limite máximo permitido pela via é 70 km/h. O caso aconteceu na última quinta-feira (18), por volta da 20h30, quando o motorista perdeu a direção de um Hyundai ix35. O veículo percorreu cerca de 40 metros do calçadão antes de parar na areia da praia. De acordo com O Globo, a perspectiva da alta velocidade é corroborada com testemunhos de pessoas ouvidas pela polícia, segundo as quais o carro vinha em alta velocidade. “Parecia uma nave espacial. O carro voou da pista e veio por cima da ciclovia. Bateu no chão e saiu atropelando gente. Algumas pessoas foram atingidas pelas costas, sequer tiveram tempo de virar para ver o que estava acontecendo”, contou Euclides Bittencourt, que trabalha na praia. Os danos na carroceria do veículo também indicam alta velocidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×